Open RAN, mais um passo para interoperabilidade

Open RAN, mais um passo para interoperabilidade



A chegada do 5G obriga os operadores de telecomunicações a dotar a suas infraestruturas de novo hardware e software para esta tecnologia.

Para agilizar e flexibilizar o processo de transformação da rede, as quatro maiores empresas de telecomunicações da Europa (Telefónica, Deutsche Telekom, Vodafone, Orange) uniram-se para acelerar a introdução do Open RAN nas redes móveis.

Open RAN significa "Open Radio Access Network” que padroniza o design de hardware e software na infraestrutura, ou seja, uma solução aberta, virtualizada e completamente interoperável, que permita às operadoras não depender de terceiros.

Com a implementação do Open RAN os operadores poderão ser mais rápidos e eficientes a introduzir novas tecnologias no mercado, com preços mais baixos, beneficiando consumidores e empresas em toda a Europa.

Na Proef já estamos a trabalhar com as algumas empresas de telecomunicações em Portugal para, futuramente, poder implementar o Open RAN no território nacional.